Consulte os nossos produtos COOP e veja as vantagens que temos para si.

Veja as várias campanhas que estão a decorrer.

Cabaz de Natal por apenas 110 Euros.

Página optimizada para 800x600 pixels. Para melhor visualização pressione F11

Actualização: Plano de Actividades Cooplisboa

Fórum Social Português


Inicio
Organização
Origens
Organização
Quem Somos
Somos Diferentes
Onde Estamos
O que Queremos
Para Onde Vamos
Actividade Económica
Promoções
Relatórios/Contas
Dados Economicos
As Nossas Lojas
Produtos COOP
Seguros
Actividade Social
Cabaz de Natal
Concurso Jovem Consumidor
Local
Actividades Culturais
Actividades Desportivas
Actividades Recreativas
Noticias
Nós Consumidores
ECOOP
Notas de Imprensa
Acontece
Reuniões
Infocoop
Consumidor
GACOOP
Informação COOP
Consumidor Informado
Infocoop
Recursos Humanos
Recrutamento
Formação Profissional
Guia do Trabalhador
Guia do Trabalhador

Local:

Na nossa actividade a existências de vínculos, envolvências e compromisso com o tecido social, cultural e desportivo a nível local , assume importância estratégica. Afim é aqui que vivem e desenvolvem a sua actividade os sócios da cooperativa.

Nas Cooperativas a que corresponde uma única loja, ou mais de uma mas próximas, esta relação com a envolvente local está implícita.

Nas cooperativas que resultaram dos processos de concentração iniciados na década de 90, foi necessário encontrar formas, que respeitando as restrições legais existentes e os princípios democráticos, permitissem dar voz, capacidade de intervenção e realização aos homens e mulheres que muitas vezes estavam na origem das Cooperativas, mas que com a necessária separação entre actividade económica e associativa tiveram dificuldade de encontrar o seu espaço de intervenção.

A estrutura formal encontrada foram as Delegações Locais, que localmente eleitas, desenvolvem a sua actividade nas áreas cultural, recreativa e desportiva numa perspectiva de comunhão de interesses.

Estas estruturas, têm vindo a ser progressivamente desenvolvidas e apoiadas, são regularmente eleitas pelos sócios, dispõem de orçamento próprio e representam a Cooperativa a nível local.

A centralização da gestão, por razões de eficácia económica, deve ser compensada pela descentralização da vida associativa e fomento da participação democrática.

O enunciado anteriormente é tarefa difícil, mas, gradualmente, as Delegações Locais vão sendo eleitas pelos Cooperadores, ficando legitimadas e com estatuto, para gerir o sociocultural e representar a Cooperativa localmente. Assim encontram-se eleitas oito Delegações Locais, ou seja 36%, que trabalham em Grândola, Setúbal, Brejos de Azeitão, Pinhal Novo, Alhos Vedros, Baixa da Banheira, Lavradio e Samora Correia.